Intercâmbio: é melhor ficar em casa de família ou residência estudantil?

Um intercâmbio é algo que exige muito planejamento, já que além do curso, você irá precisar escolher muitos outros itens para completar o seu pacote de intercâmbio. Um dos elementos mais importantes deste pacote, é a acomodação. Uma dúvida que acaba sendo muito frequente entre os futuros intercambista é: devo ficar em uma casa de família ou em uma residência estudantil?

A verdade é que não existe uma resposta certa ou errada, e sim, existe a opção que melhor encaixa com o seu perfil e orçamento disponível. Abaixo você encontrará alguns prós e contras dessas duas formas de alojamento. 🏠

Casa de família
Foto por fauxels em Pexels.com

Como é viver em uma casa de família (homestay)?

  • É a melhor opção para jovens – caso você seja menor de idade e esteja indo para um acampamento de verão na Espanha ou esteja pensando em estudar durante o Ensino Médio em outro país, saiba que esta será a melhor (e muitas vezes única) opção de acomodação disponível para você.
  • É possível aprender o espanhol mais rápido – as famílias anfitriãs são todas nativas do idioma, ou seja, você precisará falar o tempo inteiro com eles no idioma local. Não é sempre que a família tem origem do país em que você está, no caso da Espanha, você pode encontrar algumas famílias mexicanas, peruanas, chilenas, entre outras. Mas todas vão sempre utilizar o espanhol no seu dia a dia. Por não poder utilizar o português, a sua fluência no novo idioma, chegará muito mais rápido!
  • Poder vivenciar a cultura espanhola a fundo – você poderá entender bem os costumes do país, algumas histórias sobre o lugar que você está e aprender mais sobre as comidas típicas. Mesmo eu escrevendo acima que algumas famílias podem não ser originalmente da Espanha, a maioria será ou estará vivendo aqui há muitos anos. Assim, eles vão poder te passar muita informação sobre a cultura local.
  • É gastar menos com acomodação e alimentação – geralmente, a casa de família é a opção mais em conta de alojamento. Além do quarto, você também estará pagando pela sua alimentação. Em muitos casos você poderá escolher entre duas opções: ter incluindo o café da manhã e o jantar ou ter o café da amanhã, o almoço e o jantar. Sendo que o almoço em muitos casos acaba sendo um sanduíche, já que você estará na escola e a família no trabalho, durante a refeição. É a família hospedeira que irá cozinhar para você, isso pode ser um certo problema se você não gostar de experimentar comidas diferentes ou tiver algum tipo de restrição alimentar. Algumas famílias podem impor algumas regras em relação ao uso da cozinha, já soube de casos em que o estudante não podia cozinhar nada na casa, só podia comer a comida feita pela família.
  • É ideal para quem vai ficar pouco tempo na Espanha – é a maneira de maior imersão para quem não irá poder passar muitos meses no outro país. Ideal para aprender muito em pouco tempo!
  • É viver mais afastado do centro e ter mais tranquilidade – as famílias anfitriãs costumam morar um pouco mais afastadas do centro das cidades, é comum ter que utilizar o transporte público para chegar nas escolas. O tempo nos transportes não costuma superar os 45 minutos.
  • Segurança e acolhimento – ficar em uma casa de família, significa ter a possibilidade de ter alguém para te ajudar com as suas dúvidas sobre a cidade (transporte público, pontos turísticos, compras, burocracia, etc.). Também passa uma sensação de mais acolhimento e que você tem pessoas com quem pode contar no novo país.
  • É não precisar fazer tarefas domésticas – na casa, você não precisará fazer faxina. Mantendo o seu quarto arrumado e lavando a sua louça, será o suficiente para a maioria das famílias.
  • Você precisará seguir as regras da casa – algumas famílias hospedeiras colocam algumas regras para manter o bom convívio entre todos. Você poderá encontrar algumas normas sobre tempo de banho, uso da cozinha e da lavanderia, sobre horário de chegada, sobre ficar com a chave da casa, além de não poder receber visitas.
Residência estudantil
Foto por Fox em Pexels.com

Como é viver em uma residência estudantil?

  • É morar no centro ou perto do lugar em que você vai estudar – as residências de estudantes costumam ficar bem próximas às escolas de idiomas. Assim, você não terá desculpa para chegar atrasado na aula. 😛
  • É ter mais liberdade – morando em uma casa com outros estudantes, você terá muito mais liberdade para poder receber amigos, não terá restrições de horários e encontrará um ambiente mais agitado e internacional.
  • É mais oportunidades de fazer amigos – com essa acomodação, você terá a possibilidade de conhecer pessoas de vários lugares do mundo, aprendendo sobre diferentes culturas e fazendo novos amigos. No final do seu intercâmbio, você poderá acabar falando até algumas palavras de um terceiro idioma.
  • É melhor para ficar um período mais longo – com mais liberdade, menos regras e mais autonomia. É um ótimo tipo de acomodação para quem pretende passar vários meses no exterior.
  • Flexibilidade na alimentação – as residências são bem indicadas para pessoas com restrições alimentares ou que simplesmente não gostam de muitos tipos de alimentos. Aqui você será o chef de cozinha e precisará colocar a mão na massa para cozinhar a sua própria comida.
  • É necessário ajudar com as tarefas domésticas – geralmente, os estudantes precisam limpar a própria casa. É comum encontrar um cronograma de limpeza, deixando cada pessoa responsável por uma tarefa naquela semana. Por exemplo: um vai tirar o lixo, o outro limpar o banheiro, o outro limpar a sala e a cozinha, etc.

Agora que você já sabe as principais diferenças entre as casas de família e as residências estudantis, eu tenho certeza que será mais fácil tomar a sua decisão. Ah, pode ser que algo bacana de ser feito, seja ficar em uma casa de família no começo do intercâmbio e depois se mudar para uma residência de estudantes. Assim, você viverá o melhor dos dois mundos! 🌍

7 comentários

  1. Depois de todas as brilhantes explicações que voce deu, acredito que a melhor opção seria inicialmente ficar em uma casa de família e posteriormente em uma residência de estudantes.

    Curtir

  2. Claras informações sobre estas diferenças!
    Minha dúvida seria em relação aos custos financeiros, poderias trazer informações claras sobre isto?
    Beijos!

    Curtir

    1. Oi Roberta, tudo bem?
      Vou precisar de um tempinho para poder te dar uma informação mais precisa em relação aos valores. Cada escola/agência cobrará um preço diferente. Vou pesquisar e te respondo por aqui. Combinado?
      Um abraço 😘

      Curtir

    2. Roberta, pesquisei sobre os valores das casas de família e fica em média € 270 por semana, com quarto individual e com todas as refeições inclusas. Se você escolher casa de família sem almoço, o valor diminui para cerca de € 240 semanais. Na casa de família está incluido toalhas, roupa de cama, lavanderia e limpeza. Já a residência estudantil fica em média € 215 semanais, com quarto individual e sem refeições, toalhas, roupa de cama, lavanderia e limpeza inclusos. Lembrando que este valor pode variar bastante de acordo com a cidade e escola.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s